Todo o dia é das Crianças e da Tecnologia também

Publicado em 26 outubro, 2018
por admin

O que você ganhou no último Dia das Crianças? Um CD daquela banda que fez a sua infância? Ou um jogo de tabuleiro que você sempre sonhou em ter?

Seja qual for, é improvável que tenha sido um smartphone de última geração. Mas o mesmo não vale para as crianças de hoje. Uma pesquisa mostra que, antes mesmo do primeiro aniversário, bebês já mexeram de alguma maneira em celulares e a outra aponta que 75% das crianças de quatro anos já têm smartphones.

O fato é que, essa geração cresceu junto com a popularização da internet e dos celulares inteligentes, então elas já nasceram em um mundo conectado. Para uma criança de 4 ou 5 anos, nunca houve SMS. Sempre existiu WhatsApp. MSN é apenas uma sigla qualquer, enquanto Orkut parece ser algo que adultos falam com a mesma nostalgia que os mais antigos falam dos anos 70. Já o Facebook faz parte quase de um protocolo de cidadania digital — é quase um RG das redes: quem não está lá, não existe. Já o Snapchat é a verdadeira onda do momento.
Nesse panorama, o envolvimento de crianças com a tecnologia abre uma série de questões: como essas inovações afetam os pequenos? Quais habilidades eles terão que aprender para conseguir viver em uma sociedade que aponta para um futuro com internet das coisas, dispositivos vestíveis e outras novidades?

A DQ Project busca algumas respostas para essas perguntas. A organização internacional tem por objetivo entender qual o impacto dessa relação entre tecnologia e crianças. A ideia dos criadores do projeto é desenvolver uma espécie de “quociente de educação digital” (DQ, em inglês). O objetivo é dar a mesma importância para esse DQ que é dada para o quociente de inteligência — o popular QI.

Yuhyun Park, presidente da DQ Project, acha que a educação digital deve ter três pilares: cidadania digital, criatividade digital e empreendedorismo digital. Para ela, os três juntos serão capazes de criar esse quociente de educação digital necessário.

Em artigo no World Economic Forum, ela detalha um pouco do estudo da DQ sobre as habilidades digitais que as crianças precisam aprender. Veja a lista abaixo: