Sistema de Informação Geográfica para Gestão de Resíduos Sólidos da Região da Serra Catarinense – GEORES

Publicado em 26 outubro, 2018
por admin

A destinação ou disposição adequada dos resíduos sólidos produzidos nas áreas urbanas e rurais têm sido um grande desafio para os municípios.

Além das questões socioeconômicas envolvidas no processo, destacam-se as questões ambientais cada vez mais evidenciadas em função de sua primordial importância. Neste sentido, os aterros sanitários têm sido a solução imediata mais adequada, porém, apresentando alto custo ao poder público, principalmente em municípios cujo volume de resíduos sólidos gerado é pequeno. Uma alternativa até então encontrada é a gestão consorciada entre os municípios de uma região, o que mantém o processo adequado e com um custo de menor impacto aos mesmos. No entanto, cresce a necessidade de um sistema de gestão de todo o processo, desde o recebimento dos resíduos até a sua destinação e/ou disposição.

Sistemas de Informação apoiados na tecnologia de Bancos de Dados são fundamentais para auxiliar na persistência e manipulação dos dados gerados em qualquer processo, facilitando, portanto, sua gestão. Os SIG (Sistemas de Informação Geográfica) oferecem a possibilidade de manipulação de dados geográficos, potencializando a tomada de decisão gerencial, pois proporciona uma análise também espacial do processo.